quarta-feira, 6 de julho de 2011

Treinamento Funcional - O que seria?


Caros amigos quanto mais eu leio mais assombração me aparece...

Engraçado como o brasileiro tem sempre um jeitinho para tudo.. quando ele não  sabe algo ele inventa! Muitas vezes isso pode dar certo porém a chances de erro sabemos que são bem maiores.

Na minha opinião é isso que vem acontecendo com uma metodologia de treinamento maravilhosa chamada de Treinamento Funcional.

Fico impressionado como a cada post, artigo ou texto que eu leio diariamente sobre o que é o treinamento funcional aqui no Brasil, encontro uma definição diferente e antagônica sobre tal atividade.

Não quero de maneira alguma atacar meus colegas de profissão, mas sim lutar pela qualidade e segurança de um método de treinamento que confio e invisto cada segundo da minha vida. O que posso dizer é que ao analisarmos a metodologia de treinamento e periodização que os grandes centros de TF do mundo utilizam, com certeza iremos perceber que algumas coisas por aqui ainda estão bem longe dessa realidade.

Fico me perguntando... mais afinal a que se deve essa distorção? Provavelmente a explicação para isso seja a falta ainda de literatura especializada ou referencias profissionais aqui no Brasil o que com certeza dificulta o acesso a informação correta para muitos. Outra hipótese seria ainda a falta de disposição para estudar e se especializar que existe infelizmente em alguns profissionais de educação física, principalmente quando tem a barreira da língua (inglês principalmente) mas isso acredito que seja a minoria.

O Treinamento Funcional já é uma realidade e veio para ficar. Hoje já encontramos alunos que estão interessados e já ouviram falar sobre o TF. Muitos professores para aproveitar a onda ou para não deixar de atender tais alunos agem com certa irresponsabilidade aplicando um método de treinamento sem uma base sólida devido as dificuldades citadas logo acima.
                                                                                                   
Não é de se admirar que os professores também estejam cansados das rotinas de trabalho e prescrição de treinos focados única e exclusivamente no aumento da massa muscular. Porem devemos sempre priorizar a qualidade e segurança de nossos treinos ao invés de mudar por mudar, ou mudar só pra tornar divertido.

Tenho visto basicamente três linhas de trabalho diferentes de TF que são:

Primeira: Treino de Equilíbrio. Seria a linha que o treinamento funcional é um treino para melhorar o mecanismo de propriocepcão e equilíbrio muscular. Nesta vemos um treino focado em exercícios em bases instáveis ou seja, exercícios que víamos anteriormente na musculação agora sendo executados em cima de bosus, bolas e etc.

Segunda: Treinamento de Especificidade. O treinamento é focado em reproduzir os movimentos do esporte, por exemplo: se é um jogador de futebol, coloca-se uma liga ou caneleira na perna e pede para ele ficar chutando. Será que esses alunos necessitam de repetir ainda mais os mesmos movimentos técnicos do esporte? Será que ao colocarmos carga não poderíamos possivelmente piorar a técnica? Será que não iremos potencializar um desequilíbrio muscular haja visto que ele já faz isso no seu treino técnico todos os dias?

Terceira: Tudo que não é a musculação. Esse é a idéia que se fizermos qualquer exercício que não seja em uma maquina de musculação já é treinamento funcional. Fazer exercício em Bosu, TRX, Kettlebell ou qualquer acessório do tipo não quer dizer que esteja fazendo treinamento funcional. O TF é uma metodologia de treino onde o mais importante é a organização e periodização do mesmo e não o acessório que irá utilizar.

Na essência o TF é um método de treinamento utilizado pela maior parte dos atletas do mundo. Baseado no treinamento desportivo é composto por uma organização de treino eficiente e clara visando estimular e fortalecer os elos fracos (valências físicas deficientes) como também potenciar os elos fortes do corpo. Normalmente segue uma rotina de treinamento composta por estímulos de Liberação Miofascial, alongamentos estáticos e dinâmicos, ativação muscular treinamento de força (potente, máxima, resistente e isométrica), Core, equilíbrio, coordenação e etc. Excelente ferramenta para proporcionar corpos equilibrados e atléticos.

Como diz meu amigo Lino Délcio: "Faça Treinamento Funcional e NÃO Treinamento LESIONAL" 

Fica a Dica..

Nenhum comentário:

Postar um comentário